Facebook

(11) 3804-0102 | 5667-9777

Home » Posts » O que é economia compartilhada e qual o papel dos transportes?
VOLTAR

O que é economia compartilhada e qual o papel dos transportes?

Publicado em: 28/01/2022

Utilizar recursos de maneira racional tem se mostrado uma necessidade no Brasil e no mundo. Por esse motivo, cada vez mais pessoas aderem à economia compartilhada a fim de promover a sustentabilidade e a acessibilidade.

Essa tendência vai de encontro ao consumo exagerado e possibilita reduzir custos na aquisição de produtos e serviços de modo colaborativo.

E o mais interessante é que esse conceito pode ser aplicado em oportunidades distintas, evitando o desperdício e ampliando a consciência ambiental.

Neste artigo, explicamos mais sobre economia compartilhada. Para facilitar seu entendimento, preferimos organizar nosso conteúdo por tópicos:

1. O que é economia compartilhada?
2. Onde a economia compartilhada se aplica?
3. Qual é o papel dos transportes nesse cenário?

 

Leia nosso texto até o final!

1.      O que é economia compartilhada?

 

Também conhecida como consumo colaborativo, a economia compartilhada é um conceito que surgiu nos EUA na década de 1990. Trata-se, basicamente, de utilizar recursos de maneira estratégica, compartilhando serviços, produtos e ambientes.

Esse modelo de economia possibilitou o surgimento de modelos de negócios que se baseiam na troca e no compartilhamento. Seus benefícios abrangem aspectos ambientais, econômicos e sociais, uma vez que promove a reutilização de bens e reduz custos.

 

2.      Onde a economia compartilhada se aplica?

 

A economia compartilhada se aplica à diversas situações. Uma delas é o compartilhamento de espaço físico para o trabalho, conhecido como coworking.

Esses ambientes são compartilhados por diferentes empresas e profissionais, garantindo vantagens como: redução de gastos, troca de experiências e fortalecimento do networking.

Outro exemplo de economia compartilhada que está em alta é relacionada às opções de hospedagem. Atualmente, há meios colaborativos de se hospedar, gastando menos.

Com o suporte de sites e aplicativos, você pode receber viajantes em casa ou locar um espaço ocioso na residência de alguém. E o melhor de tudo é que é possível aderir a essa alternativa de hospedagem de qualquer lugar do mundo.

Também é possível aplicar a economia compartilhada quando o assunto é hospedagem de pets. Na prática, consiste em se cadastrar em plataformas para ter como hóspedes animais de estimação enquanto seus tutores estão ausentes.

Não poderíamos finalizar este tópico sem mencionar a possibilidade de utilizar um único aplicativo para solicitar uma refeição em diversos estabelecimentos. Esse recurso é vantajoso para os consumidores, que contam com mais praticidade, e para os empreendedores, que têm mais um meio de vender seus produtos.

 

3.      Qual é o papel dos transportes nesse cenário?

 

A economia compartilhada está diretamente relacionada à mobilidade e o transporte. Afinal, compartilhar um veículo possibilita reduzir custos, transtornos no trânsito, como engarrafamentos e brigas, e poluição.

Além disso, nos dias atuais, muitas pessoas resolvem empreender por meio de plataformas de compartilhamento de carona, ganhando uma nova fonte de renda.

Outra maneira estratégica de promover a economia compartilhada por meio dos transportes é alugando vans, micro-ônibus e ônibus para transportar pessoas a compromissos em grupo, como eventos.

Gostou do nosso artigo sobre o conceito de economia compartilhada e seus benefícios? Então, mostre para alguém que também se interesse pelo tema.

ENTRE EM CONTATO

serviços

depoimentos